Importância das velas de aniversário para as crianças - Chama de ouro

Importância das velas de aniversário para as crianças

A cultura é uma concepção bastante intrigante, independente da história por trás de certas atitudes que nós fazemos diariamente, a questão cultural é algo que move uma sociedade. Um exemplo claro são as velas de aniversário que apagamos em todos os aniversários. A origem dessa ritual data na Grécia Antiga, onde a população homenageava a deusa da caça Artêmis todo sexto dia de cada mês. Artêmis, segundo a mitologia grega, é a representação da Lua, a qual possui o dever de proteger e velar pela Terra. Por este conceito, a representação do bolo redondo é a Lua.
Por outro lado, no século XIII, o povo alemão inventou o conceito de festa infantil; as velas eram acesas a partir do raiar do Sol e a criança era acordada com a chegada do bolo. Entretanto, havia sempre uma vela a mais para representar a luz da vida. Assim, após a chegada do bolo, a criança concentrava-se em um desejo e apagava as velas.

Origem pagã?
Mesmo com esses exemplos sobre o surgimento dos conceitos apresentados atualmente, muitas pessoas irão se basear na teoria de origem pagã desse tipo de ritual. No Antigo Egito, acreditava-se que a cada ano que a pessoa completava, no dia de seu aniversário o Sol entrava em perfeito alinhamento com o mapa astral do aniversariante com o objetivo de promover e transferir diretamente esta energia solar. Para isso, eram convocados amigos que levariam oferendas para que mais e mais energia fosse concentrada no e em torno do aniversariante. Durante o ritual de acender e apagar as velas, a pessoa clamava ao Elemento do Fogo pedidos que haveriam de ser atendidos durante os meses seguintes. Naquela época não se apagavam as velas, pelo contrário, a pessoa retirava a vela e deixava que ela queimasse até o fim sem interrupção de ninguém. Mesmo assim, após a retirada da vela, era permitido ao aniversariante assoprar o bolo, literalmente, para devolver a energia emprestada dos convidados. Além desses conceitos e rituais apresentados, há outros que focam no quanto a vela pode conter de poder espiritual e emanar boas ou más vibrações para as pessoas dependendo da intencionalidade.

Criança é criança
Independente da origem e do motivo de apagar e assoprar as velas, as crianças sempre se sentem realizadas ao fazerem isso. Como foi dito anteriormente, tornou-se algo cultural e é uma prática realizada principalmente aqui no Brasil. O problema é que muita gente pode achar de extremo mau gosto ficar pensando em rituais e suas origens, o importante, é o foco em como a criança se sente e o que ela realmente quer desejar naquele momento, algo que diz respeito a ela e mais ninguém. Na maioria das festinhas infantis, tudo é repleto de felicidade e energias positivas, portanto, esse tipo de preocupação não deve ser prioridade. Hoje, tornou-se algo marcado pelo assoprar das velas após fazer o desejo, que só será realizado se a criança mantiver segredo absoluto até sua concretização.

Até hoje, mesmo que inconscientemente, as crianças sempre esperam pela ‘hora do bolo’ nos aniversários. A ansiedade em apagar as velas e ter aquele momento só dela para pedir um desejo que ninguém mais pode saber é algo que as deixa animadas para comemorar mais este ano de vida.

As crianças são tão isentas de desejar algo negativo concretamente que assoprar uma velinha de aniversário, para elas, é algo mágico e extremamente feliz. Por isso que esse ‘ritual’ se tornou algo cultural, porque acabamos fazendo inconscientemente após passar de geração em geração. Falar de tudo isso com o começou na civilização grega, é algo engrandecedor para nós que estamos acostumados com esta convenção comemorada por todas as idades.

Velas e mais velas
Outro fator bastante curioso é o formato das velas nos bolos de aniversário. Dependendo do tema da festa infantil, a vela pode combinar com o personagem escolhido e deixar a temática ainda mais divertida. Geralmente, os pais tendem a guardar as velinhas ou as próprias crianças pedem para guardar e depois brincar. Afinal, a mente delas é tão criativa que nós, adultos, às vezes não conseguimos entender de onde aparece tanta história mágica e lúdica, com itens tão estranhos e comuns, não é mesmo? O importante sempre será a felicidade deles, custe o que custar.

Ao comemorar mais um ano de vida, a data se torna ainda mais especial com o passar dos anos, E, mesmo que a criança cresça e torne-se um adolescente, um adulto e depois tome o papel de pai, é algo fantástico pensar que, em mais algum momento dessa trajetória, existirá ainda uma vela para se apagar. Como a vida é um ciclo, não é mesmo? As velas também representam essa mentalidade de renovação votos e esquecimento do que ficou para trás, dando início para um novo capítulo recheado de energias e desejos positivos.

Então, não se esqueça do seu pedido!

Links:
http://goo.gl/8G57R
http://goo.gl/8E2KjE
http://goo.gl/A73Od1