Tendências em Perfumaria 2021 e 2022 Confira aqui!

Tendências em Perfumaria 2021/2022!

O cenário de pandemia mundial tem trazido transformações, que permitiram perceber, uma movimentação que já vinha desde 2020, e que segue impulsionada, mostrando sinais e força em direcionar 2021, em relação às fragrâncias se apresentarem com características mais decisivas, mantendo-se em vantagem na alta do mercado.

Conversamos com o perfumista, Samuel Moraes, da Citratus Symrise, empresa do grupo Symrise, que revelou algumas de suas percepções de tendências, que estão vindo com força desde o ano passado no mercado da perfumaria, e que seguirão evoluindo ao longo de 2021 e 2022.

Saiba o que diz o especialista Samuel Moraes!

Segundo o perfumista, é notório o crescimento, em relação à busca e consumo de fragrâncias com concentrações mais altas, onde os Eau de Parfum (EDP) têm levado vantagem em relação aos Eau de Toilette (EDT), por serem mais duradouros, trazendo assim, resultados de satisfação mais positivos ao consumidor, quando comparados a produtos com uma dosagem menor.

Esses dados podem ser confirmados através dos números de vendas de e-commerce, que aumentaram absurdamente. Isso foi uma tendência em 2020 e está se repetindo neste ano.

Em relação aos caminhos ou rotas olfativas, as fragrâncias que estão tendo maior aceitação, aprovação e que tiveram suas vendas aumentadas, são aquelas que possuem um quê de spice, com nuance mais picante.

Em segundo lugar, as fragrâncias terrosas também têm apresentado bastante crescimento, seguidas pelas florais, com algum toque de rosa.

O mercado de alto luxo segue em alta com composições mais exóticas e extravagantes contendo oud, âmbar e notas resinosas, sempre em conexão com o verde,  seus aspectos naturais, como também características mais místicas, às vezes opulentas e introspectivas, mesmo quando sugerem textura de contato.

Um conceito mais natural!

conceito mais natural, que atrai cada vez mais adeptos e que tem um olhar de desejo em retornar às suas raízes, é outro ponto a ser levado em consideração, despertado pela necessidade de explorar uma conexão maior com a natureza, em um tom de mais proximidade.

Os ingredientes que guiam a direção olfativa dessa temporada trazem o ruibarbo, íris, gengibre, junípero e o oud, já comentado anteriormente.

O que poderemos aguardar, é uma explosão desses elementos, combinados com acordes herbais, florais, especiados, madeiras e raízes, que deverão seguir acompanhados de âmbar.

Moraes, sempre antenado aos comportamentos, destaca que os quesitos de sustentabilidade, bem-estar e demandas da geração Z são temas cada vez mais recorrentes, que estão influenciando e muito os consumidores de fragrâncias finas.

Sustentabilidade e bem-estar

O mundo precisou parar e desacelerar. Agora existe a impressão de que tudo está muito limitado, mas o desenvolvimento não está, porque essas afinações sustentáveis e naturais estão atualmente presentes na narrativa da maioria das marcas.

Os processos de produção de embalagens tendem a trazer modelos diferentes, com opções de refil, abrindo ainda mais caminhos para a troca de insumos, por itens mais recicláveis e versáteis em relação à sustentabilidade e harmonia com a natureza.

Isso reflete a situação atual de abastecimento real do que tem disponível no mercado.

O foco na beleza vem agora acompanhado da transparência nas composições, refletindo como resultado, novas maneiras de criar utilizando moléculas tanto naturais, quanto sintéticas.

Um dos principais desafios da indústria é apresentar claramente as estruturas de fragrâncias e seus ingredientes sintéticos, biotecnológicos e todos que possam ser sustentáveis. Provavelmente, este será um caminho sem volta que deverá ficar cada vez mais presente entre as gerações mais jovens.

As criações terão que destacar fragrâncias preferencialmente biodegradáveis e renováveis, em concordância com o objetivo de cultivar e colher um amanhã melhor.

Não precisam ser necessariamente 100% biodegradáveis, mas já começam a trazer informações ligadas a esse tema.

“Temos o papel de informar sobre o esforço em evitar o esgotamento de recursos naturais, oferecendo nossa criatividade em alternativas sustentáveis de fragrâncias, que sejam ao mesmo tempo inovadoras e seguras ao consumidor, para conscientizar e inspirar as pessoas nesse sentido.” – Samuel Moraes, perfumista.

O bem-estar que buscamos!

bem-estar se estabelece cada vez mais pelo uso de ingredientes com propriedades para acalmar e relaxar a mente. Os ambientes são perfumados com propostas estimulantes, que se contrastam com espaços relaxantes, quebrando o peso dessa nova rotina iniciada pelo home-office, que para alguns se tornou definitiva.

Esses componentes mais vivos são os spices e trazem características mais picantes, elétricas, que estão se tornando cada vez mais populares nas combinações modernas desses lançamentos.

Essas fragrâncias abrem espaço para cumprir da melhor maneira o papel de influenciar sensações e emoções, pois elas tem esse poder de aliviar um pouco a ansiedade e trazer calma e autocontrole.

Toda essa nova apresentação poderá vir acompanhada de alegações antibacterianas legítimas, reforçando os sentimentos de segurança e cuidados, o que pode com muita sinergia fazer todo sentido no uso também para perfumaria fina.

Experiência de compra

Os consumidores aprenderam a comprar fragrâncias digitalmente, sem necessariamente passarem pela experiência pessoal, e já estão arriscando ou querendo se arriscar a conversar mais sobre fragrâncias através das mídias sociais.

O mesmo movimento aconteceu com os fabricantes, que também passaram a utilizar o comércio eletrônico para a promoção e venda de fragrâncias finas, além das práticas tradicionais já instituídas.

Observamos alguns reflexos disso no mercado, como no caso dos Eau de Parfum, que por terem uma performance um pouco melhor do que os Eau de Toilette, se encaixam muito bem dentro das expectativas dos clientes, que buscam maior conhecimento sobre a fragrância funcionar ou não e que, ao mesmo tempo, estão evitando momentaneamente a experiência física.

As experiências de compra se tornarão cada vez mais personalizadas e exclusivas, abrindo assim, um acesso maior ao mercado de luxo na perfumaria, e seguirão se modificando, se adaptando e se preparando para esse novo momento.

Geração Z

As marcas que puderem envolver mais essa geração por meio de consulta virtual, evento on-line, plataforma, usando uma linguagem emotiva, sensorial, que consiga refletir seus valores (valores dos jovens), necessidades específicas de independência, inclusão e auto-expressão, vão sempre achar um caminho mais fácil de se conectarem com eles.

Todos esses novos caminhos representam uma oportunidade para as marcas.

A indústria de fragrâncias já está testemunhando lançamentos direcionados para esse grupo, porque as mensagens estão cada vez mais fortes e com uma abordagem baseada na personalização, sendo mais focadas no indivíduo, e não mais em grupos.

A auto expressão e a inclusão são importantes para a geração Z, ou seja, quando você aprova o que quer, não tendo mais a necessidade de aprovação de suas escolhas por uma turma e nem da necessidade de estar acompanhado dela.

O mundo inteiro está enfrentando um desafio nesse ambiente diferente e novo de varejo, que ao mesmo tempo, também ajuda as pessoas a imaginarem comprar um perfume mesmo sem cheirar, não se arriscando, e sim, realizando uma compra consciente.

Isso nada mais é do que a consciência de consumo aliada à experiência pessoal, visando fazer parte do movimento que busca um mundo melhor.

Embalagem

O produto todo segue com minimalismo, letras finas, cores claras e leves, de formas arredondadas ou um pouco futuristas, mais retas e menores, seguindo o mesmo foco principal de combinar conveniência e sustentabilidade, por meio de um formato inovador. As marcas que visam um mínimo de desperdício e adotam uma abordagem de design do berço ao berço, ou seja, da fonte a fonte, que veio da terra volta para a terra, que fecham o ciclo, com a utilização de materiais recicláveis e de toda essa cadeia, adotam o caminho mais acertado para o momento atual.

Outro ponto a ser considerado é que as embalagens mais flexíveis e recarregáveis de refil têm crescido em popularidade entre os consumidores.

Inteligência Artificial

Observamos um movimento de crescimento em relação à tecnologia e uma aceleração no avanço da Inteligência Artificial. Podemos citar aqui a parceria da Symrise com a IBM, que lançou a primeira fragrância fina com o uso da Phylira, associando inteligência artificial à inteligência de mercado.

Mercado de Luxo

Sinalização de forte demanda, o que indica que esse mercado continuará crescendo. As marcas cada vez mais conscientes, impulsionam o consumo pela geração Y.

Além disso, as plataformas estão facilitando o acesso, tanto para compras, quanto para quem deseja  saber mais.

Em relação aos ingredientes, devemos ver uma maior exclusividade de naturais, explorados em novas fontes.

A Inovação também deverá influenciar as embalagens. Cada vez mais veremos o poder de celebridades engajadas com essas causas, refletindo diretamente no comportamento do público desse nicho de produtos.

Um ponto positivo que esse mercado sempre trouxe são as fragrâncias unissex, que agora devem evoluir para temas sem gênero, contando com concentrações mais altas.

São fragrâncias com muita sofisticação, mostrando testemunhos novos, histórias de produtos e marcas, aumentando a personalização e valorizando ainda mais a exclusividade.

O aumento da popularidade do mercado de luxo de perfumes na América, terá um papel importante no crescimento desse mercado.

Observaremos então. uma nova vertente de caminhos olfativos mais leves, que tem se mostrado os preferidos pela geração do milênio, com embalagens cada vez mais atraentes física e conceitualmente.

Os países europeus que já têm tradição no mercado de luxo, seguirão atraindo cada vez mais consumidores.

As inspirações para os principais desenvolvimentos deverão ter como foco, as perfumarias sem gênero, frascos elegantes, onde é notório o uso de rótulos dourados, representando muito a expectativa desse mercado.

Podemos aguardar projeções excelentes em números e um aumento na participação da perfumaria nesse segmento. As novas fronteiras de plataformas de vendas, facilitarão a popularização e inserção de novas marcas.

O Brasil em particular, pode ter uma vantagem, se utilizar bem, sua riqueza em biodiversidade.

Lançamentos futuros

Os próximos lançamentos devem incluir não apenas uma proporção bem maior de fragrâncias sem gênero, mas também campanhas de marketing mais ambiciosas, destacando personalidades multifacetadas dos usuários de fragrâncias mais modernas.

Com isso, consegue-se trazer diversos públicos para um só produto. Então, a indústria não precisará gerar um monte de novidades, pois o minimalismo vem ganhando um protagonismo importante na perfumaria.

As marcas terão que ter como objetivo principal, a intenção de transmitir os valores precisamente, de um modo explícito, com uma visão bem clara de como as mudanças sociais podem ser criadas e como as mudanças culturais estão acontecendo no presente. Isso sim vem chamando a atenção do público, que já não acredita mais apenas na lealdade da marca, mas sim no gosto pessoal. Os consumidores estão abertos a novidades.

O Mercado de perfumaria deve seguir o caminho da química sustentável e verde, que gere cada vez menos resíduos, apresentando programas de proteção às florestas.

A inteligência no uso de recursos naturais, demonstrando empenho pela regeneração e recuperação da natureza, contribuirão, assim, para uma transformação fundamental dos modelos de negócios distantes dessas metas.

Mas, as matérias-primas seguirão refletindo nas tendências de perfumaria e dos caminhos olfativos, que estiverem aliados com esses novos valores.

Com a palavra, Samuel Moraes!

Com um olhar atento e muito sensível a tudo que acontece à sua volta, Samuel descobriu sua paixão pela perfumaria já dentro de uma casa de fragrância. Viveu em diversas regiões do Brasil explorando tanto cheiros típicos quanto exóticos e hoje, com 26 anos de carreira, atua na Citratus Symrise, uma importante casa de fragrâncias alemã. Samuel adora mergulhar em pesquisas de novas matérias-primas e combinações inusitadas. Sua trilha acumula criações espalhadas pelo mundo, como em Portugal, Espanha, França, Alemanha, Canadá, EUA, Guiana Francesa, Itália e Noruega.

Siga Samuel Moraes nas Redes Sociais: @samuelmoraes.sm (Instagram) e https://www.linkedin.com/in/samuel-moraes-a1821b3a/

Matéria publicada por,

Gisele Barros – Especialista em Perfumaria.

– https://revistahec.com.br/tendencias-na-perfumaria-2021-2022/

Conheça agora os lançamentos da Chama de Ouro Bem-estar! Você vai se surpreender! Acesse o link www.chamadeouro.com.br/site/links e aproveite as nossas promoções!