Candle in the wind: importância da vela em países de língua inglesa - Chama de ouro

Candle in the wind: importância da vela em países de língua inglesa

Saiba mais sobre as simbologias e significados da vela em diferentes celebrações e festividades anglo-saxônicas

A vela, até a criação e expansão da energia elétrica, era utilizada como a fonte primária de iluminação depois que o sol se punha. Por conta disso, acabou se tornando parte das mais antigas tradições e festividades, sendo associada às mesmas e recebendo diversos significados.
Ainda que hoje nós não mais precisemos utilizar as velas como fonte exclusiva de luz, por termos a energia elétrica tornando tudo mais fácil, a simbologia nas velas permaneceu, o que mostra que as tradições e rituais muitas vezes se tornam mais importantes do que as facilidades da tecnologia.
Para que você conheça algumas das principais simbologias ligadas às velas, especialmente na cultura anglo-saxã, separamos uma lista que vai fazer com que você enxergue as velas sob uma nova ótica.

Halloween
Talvez a comemoração anglo-saxã mais característica, vem de uma celebração celta que inicialmente era chamada de All Hallow’s Even. Sendo que, inicialmente, era caracterizada apenas como um festival que marcava o fim do verão, sem todas as simbologias que carrega hoje.
Quem é que nunca viu uma abóbora assustadora com uma vela dentro, simbolizando o Halloween? As abóboras e as velas estão intimamente ligadas, sendo que as primeiras simbolizam sempre fertilidade e sabedoria. Já as velas, que são o nosso foco, servem como uma iluminação para que os espíritos sejam guiados, tendo seu caminho iluminado.

Hanukkah
Comumente traduzido e conhecido por Festival das Luzes, o Hanukkah é um período de festividades judaicas que dura oito dias e tem nas velas os principais símbolos. A celebração existe porque, quando o segundo templo estava sendo construído, restava apenas um pouco de azeite para iluminar o altar e ela apenas duraria para um dia – sendo que, em apenas oito dias seria produzido mais azeite. Mas, previsões fatalistas e adversidades à parte, o azeite durou os oito dias necessários.
Considerado um dia milagroso, passou-se a comemorar esta data. Não é um feriado, mas uma festividade que dura oito dias e que acontece geralmente no começo de dezembro.
A vela é um dos símbolos mais especiais do Hanukkah: durante todos os dias das festividades, acende-se uma vela num candelabro especial de nove braços (hanukiah). Todos os dias, impreterivelmente, se acende uma vela, sempre da direita para a esquerda, deixando a nona e maior vela para ser acendida juntamente com as demais no oitavo dia. As velas acendidas nestas festividades simbolizam e celebram o milagre ocorrido há séculos passados na construção do segundo templo.

Natal
A utilização das velas no natal é de cunho religioso e representativo, estando associada à utilização das mesmas nos altares cristãos, nos quais há sempre duas velas: uma representando Deus e a outra, Jesus. Simbolizando a vida, as velas natalinas nos lembram também de como os três reis magos foram guiados até Jesus por uma estrela que brilhava no céu. Esclarecimento dos caminhos e paz também pode ser dois símbolos associados às velas que são acesas na época de Natal.

As velas são objetos importantes em diversos rituais, presentes em quase todas as religiões, desde o cristianismo até a umbanda e o candomblé. Elas geralmente podem ter significados diversos por conta dos diferentes contextos nos quais estão inseridas. Entretanto, considera-se que, ao acender as velas, elas consomem energias com sua luminosidade, interpenetrando todas as sete dimensões básicas que envolvem a vida.

Muitos consideram que, pelas vibrações e irradiações advindas das velas, é possível realizar um intercâmbio energético muito poderoso com seres habitantes de outras dimensões nos mais diferentes pontos vibratórios.
Muitos acreditam que, ao acender uma vela, devemos ter em mente apenas pensamentos bons, de forma a energiza-la positivamente para conectar-se com boas energias e vibrações. Todo o ritual que envolve acender uma vela deve ser realizado sempre com calma, deixando de lado a pressa tão característica das rotinas atribuladas que levamos hoje. Foque sempre em coisas boas e no que você deseja receber ao acender aquela vela.
Muitos acreditam que cada cor de vela tem um significado diferente, mas isso acaba ficando restrito a cada religião e a atribuição divina que fazem à utilização das velas. Independente da religião, as velas são símbolos-chave das mais diversas celebrações e quase sempre significam a busca ou agradecimento por coisas boas e positivas, sentimento este não ligado à religião em si, mas à humanidade presente em cada um.
Gostou da nossa postagem sobre a utilização e significado das velas em diferentes rituais? Não deixe de conferir nossas outras postagens sobre o assunto e de compartilhar conosco a sua opinião e experiências pessoais, para que possamos sempre continuar melhorando o nosso conteúdo e a nossa abordagem nos textos! Continue acompanhando nosso blog e até a próxima!

Links:

http://ciganasamara.blogspot.com.br/2013/03/a-importancia-das-velas-nos-rituais.html

http://espacoluzvida.blogspot.com.br/2010/09/importancia-das-velas-num-ritual-e.html

http://www.magiazen.com.br/palavra-chave/a-importancia-das-velas-no-natal

http://www.brasilescola.com/halloween/simbolos-halloween.htm

http://vivendoemisrael.blogspot.com.br/2012/12/hanukkah.html

http://mundoestranho.abril.com.br/materia/qual-e-o-significado-do-candelabro-de-nove-bracos-utilizado-pelos-judeus