Vela Lamparina: Como Funciona? - Chama de ouro

Vela Lamparina: Como Funciona?

A vela lamparina tem invadido nossos lares e tomado várias partes da nossa casa, desde a sala de jantar, onde servimos pratos deliciosos em belos réchauds, até quartos, banheiros e salas de estar, onde podemos posicioná-la em combinação a lindas peças de decoração.
Para entendermos como esta pequenina vela funciona, antes precisamos entender um pouco sobre as lamparinas, um dos primeiros objetos usados para a iluminação de ambientes da humanidade. Acompanhe abaixo esta história incrível.

O que é uma lamparina?
A lamparina tem vários nomes: lâmpada a óleo, lâmpada de azeite e candeia. A famosa lâmpada do Alladin consiste em um recipiente que contém óleo combustível. Sobre esse líquido, coloca-se uma cortiça ou madeira, que fica em flutuação sobre ele. Na cortiça, é fixado um pavio encerado, direcionado para cima, o qual pode ser aceso e, dessa forma, o ambiente fica iluminado. As lamparinas foram inventadas na pré-história e, desde essa época, o ser humano nunca parou de usá-la, não importa o quanto que a tecnologia tem avançado.
O nome lamparina surgiu no século XIX, quando colocavam-se miniaturas de lâmpadas com um pouquinho de combustível nas salas de estar. E isso influenciava curiosamente os costumes: os namorados, por exemplo, chegavam aos encontros enquanto as lamparinas estavam acesas, quando acabava o combustível, eles tinham que se retirar. Ah, a chama de ouro da paixão!
As lamparinas foram usadas até o final da década de 1930 e início da de 1940 para iluminar as vias públicas, principalmente na zona rural, mas este tipo de iluminação foi abolido com a chegada da eletricidade nestas áreas mais distantes.

E a vela lamparina?
A vela lamparina tem esse nome, por causa do seu funcionamento. Apresenta um recipiente pequeno de alumínio, ou vidro, em torno de uma vela, também pequena, de parafina e um pavio preso no fundo, para que ele não boie.
Quando essa vela é acesa, começa a derreter a parafina, formando uma “piscina” de combustível, assim, demorando um bom tempo para que se queime por inteiro, pois se aproveita toda a parafina.
Caso você queira dar um toque mais que especial para a sua casa, a vela lamparina é uma ótima escolha. Você pode encontrá-la em diversas cores e tamanhos, apesar das pequenas serem mais comuns.
Além disso, elas possuem versões aromatizadas, que contribuem para a criação de um ambiente mais intimista e, melhor de tudo, perfumado. Perfeito para noites românticas. Uhu!
Em lojas de decoração, e em alguns sites na internet, você pode encontrar suportes apropriados para suas velas lamparinas. Existem nos mais diversos modelos, como lampiões antigos, gaiolas, e outros que deixam o ambiente supercharmoso. Outro jeito diferente de usar é acendendo várias simultaneamente, que além de exprimirem beleza, também aumentam a iluminação do ambiente.
Você também pode criar o seu próprio suporte. Dando asas à imaginação, taças, copos e outros objetos podem se tornar lindos porta-velas. Na internet, você pode encontrar sites que ensinam o passo a passo para se fazer um mais bonito que o outro, utilizando materiais simples, como vidros e até casca de canela. Vale a pena dar uma pesquisada!
Além de seu uso decorativo, a vela lamparina, ou tea light, como é chamada em inglês, também é utilizada para aquecer alimentos em geral em rèchauds, como o de foundue, por exemplo, mantendo o alimento sempre quentinho enquanto é servido.

Velas Votivas e cores
As velas lamparinas, também são usadas como velas votivas. A luz, da vela em especial, é um símbolo usado por todas as religiões. É um símbolo ligado à divindade e atribuído também ao elemento fogo. Acender velas é uma maneira de se aproximar do divino. Embora, cada pessoa pratique uma religião diferente, é bom entendermos o significado das cores das velas.
Verde – prosperidade, riqueza, crescimento, vida e vitalidade;
Branco – É a mais usada. Simboliza vida eterna, luz e esclarecimento;
Vermelho – Simbolizam o sacrifício. Mas também o amor, fogo e paixão;
Dourado. É uma cor usada o ano todo. Simboliza vida eterna, alegria e vitória;
Azul – Normalmente usadas na Quaresma e na Páscoa. Simbolizam confiança e fé;
Roxo /Violeta – Simbolizam remorsos, preparação e arrependimento.
Místicos, de muitas outras religiões, também acendem velas para atrair boas energias para o ambiente, como harmonia, criatividade, dinheiro, abundância, confiança, equilíbrio e uma série de outras vibrações que necessitamos em nosso dia a dia.
Além de poderem ser encontradas em diversas cores, o uso das velas lamparinas ocorre por seu tempo de queima ser grande, normalmente, sua chama fica acesa por um período de 3 a 5 horas.

Curiosidades
As velas lamparinas ganharam tamanha popularidade, que passaram a fabricar “velas falsas”, com uma pequena lâmpada, alimentadas por baterias, em vez de pavio. Também são encontradas em algumas lojas de decoração.
Esses são só alguns usos e curiosidades sobre as velas lamparina. E você usa a vela lamparina em qual momento? Estamos curiosos para saber. Compartilhe com a gente como você usa essas velas tão famosas. Até a próxima!